domingo, 12 de outubro de 2008

Recife and Lenine



Lá pelos anos 80, fui passar um mês de férias na capital de Pernambuco, por convite de meu amigo Caé, que na época vivia na cidade, graças ao seu início de carreira futebolística, onde jogava no Santa Cruz. Coincidentemente, calharam minhas férias bancárias com o carnaval e imagine, se carnaval é bom em qualquer lugar (menos no hospital e no presídio), pense como será em Recife...
Lá além do que já esperava: Trios, frevo, birita, alguns alucinógenos e muitas mulheres, pude presenciar alguns shows sensacionais, vide que ao passar um mês em Recife, cheguei antes do carnaval e fui embora um pouco depois. Por lá vi Geraldo Azevedo e seu Dia Branco, Alceu Valença e seu Cavalo Doido e um desconhecido para mim, na época: Lenine.
De lá trouxe a camaradagem do futebol, com peladas sensacionais com a turma do Sport e do Santa em plena praia de Boa Viagem, devorei deliciosas “mão-de-vaca”, regada a muita cachaça de Vitória do Santo Antão, tive a hospitalidade de Dona Amara, mãe do amigo Caé e sua (e) terna paciência com meus porres e seus deliciosos cuscus e outros quitutes de lanche e café da manhã...Putz! Tanta coisa boa.
Mas a razão do post é falar do moço que canta aí em cima, pois ao ver este vídeo no Youtube, me fez lembrar disso tudo e mais, lembrar que o vi, ainda jovem, fazendo um show na cidade natal e pensar: Com tanta bosta tocando lá no Rio, como esse cara ainda não explodiu por lá? Esse cara é bom demais...
Talvez o motivo, é que no ido dos 80, a rádio estava massificada demais pelo tal de “rock Brasil” e Lenine já fazia uma coisa mais à frente, pegava uma levada também rock, mas com uma sonoridade b-r-a-s-i-l-e-i-ra, além de melodias e arranjos sofisticados demais pra época, extremamente pobre nesse quesito. Em Recife também deixei um grande amor, ainda falo mais dessa viagem...

11 comentários:

loba disse...

Ah... eu adoro saber de amores! rs... Pode ir começando a escrever o texto aí, viu?
Falando de Lenine: bom demais!!! Mas, como ele, existem outros conhecidos mas nem tanto qto mereciam. Talvez pq tenham optado por continuar morando fora da ponte aérea rio-são paulo. Entre eles, o paraibano Chico Cesar. Fera como compositor!!!
Beijo de domingo!

Jens disse...

Oi Renato.
Apesar da pasteurização da programação das rádios, a MPB se renova. Existe vida inteligente, musicalmente falando, além do RJ e da BA.
Um abraço.

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

A D O R O o Lênine, Xará! Para mim, atualmente no Brasil não tem quem se compare a ele. Todos gravam as suas músicas e ele pouco aparece. Uma vez fui a um show dele no Sesc Vila Mariana, estava chovendo, eu estava com uma amiga, e só seis pessoas na platéia... Ele foi um gentleman. Cantou para todo mundo e foi cantado pela minha amiga que lhe assobiou e ele gritou do palco: eu sei que foi você! Também, com 6 gatos pingados! E com tanta porcaria por aí... Que desperdício!
Meu xará, perdi o contato com você, porque fiquei recolhida por um tempo, primeiro queria sair, depois resolvi ficar fazendo pequenos posts de cenas de filmes. Agora, já restabelecida, voltei a escrever sobre filmes. Vá visitar-me. Gosto muito de você, viu? E nada de megaposts agora, pode ficar tranqüilo.

Jens disse...

Ô Renato.
Tem um comentário meu perdido por aí. Tenho certeza que fiz. (Ou enlouqueci definitivamente. É uma possibilidade).
Um abraço.

Cherry disse...

Menino, eu nem conheço muito de Lenine. Talvez pq o q ouvi não tenha me interessado... sei lá.
Concordo que temos uma porrada de gente por aí que não deveria vender nem metade do q vendem de CD (os CDs ainda são vendidos? rs) ou ouvidos o tanto que são ouvidos, mas aí a gente entra na questão do gosto, né?
Agora vem a parte q discordo (rs): Toda música produzida aqui é b-r-a-s-i-l-e-i-r-a. Independente daquelas que, particularmente, julgamos boas/ruins. Há muitas questões (região, povo (a)culturado - heim? rs - estilo, blábláblá) envolvendo a forma como nossa música é feita e demoraria hooooooras esse comentário...rs.

Beijos, moço!

Cherry disse...

Menino, eu nem conheço muito de Lenine. Talvez pq o q ouvi não tenha me interessado... sei lá.
Concordo que temos uma porrada de gente por aí que não deveria vender nem metade do q vendem de CD (os CDs ainda são vendidos? rs) ou ouvidos o tanto que são ouvidos, mas aí a gente entra na questão do gosto, né?
Agora vem a parte q discordo (rs): Toda música produzida aqui é b-r-a-s-i-l-e-i-r-a. Independente daquelas que, particularmente, julgamos boas/ruins. Há muitas questões (região, povo (a)culturado - heim? rs - estilo, blábláblá) envolvendo a forma como nossa música é feita e demoraria hooooooras esse comentário...rs.

Beijos, moço!

Dora disse...

Renato...Gostei mesmo dessa "farra" boa no Recife!!!
E o Lenine sempre foi "grande". Azar de quem não sabe disso e não o ouve...Deixe que os outros ouçam e vejam os cantores que explodem na mídia!
A gente se enriquece, na surdina (rs) com Lenine, Alceu Valença, Chico César.
Valeu!
Beijos.
Aguardando a história do "grande amor"...
Dora

lba disse...

Ah... vim ontem e nenhum comentario aqui. Fiquei preocupada né?
Ainda bem que o sumiço foi temporario! rs...
Beijo!

Prof Toni disse...

O cara é genial!

Halem Souza disse...

Renato, eu gosto muito da música do Lenine, embora, para ser sincero, só tenha um disco do artista. Pra matar minha curiosidade: o que é "mão-de-vaca"?

Um abraço.

Renato Couto disse...

Respostas:
Jens e Loba: Não coloquei o comentario antes, porque não estava acessando a internet estes dias, estava em curso, que explicarei no próximo post.
Cherry: Sim, toda música feita aqui é brasileira, mas nem toda música tem sonoridade brasileira. O que eu quis dizer, é que determinadas músicas, se tivessem letras em inglês, pareceriam feitas por um americano e outras, mesmo com letras em inglês, pareceriam feitas por um brasileiro. Beijos.
Dora e Professor: Esta turma do Nordeste é de feras. O Alceu "das antigas" era demais...Ah! Prof, sim tenho razoável conhecimento de artes marciais, irei te mandar minha opinião sobre Hapkido, etc...
Halen: Mão-de-Vaca, é o nosso (pelo menos aqui no Rio)Ossobuco
Renata: Irei ao seu blog, mas esta semana foi brava...
Beijos e Abraços a todos!